Alvarinho Soalheiro Primeiras Vinhas 2010

As uvas de Alvarinho produzidas de forma biológica são colhidas manualmente nas vinhas velhas existentes na Quinta de Soalheiro, as Primeiras Vinhas. O microclima que influência a produção das uvas de Alvarinho é muito particular. Melgaço, a região mais norte de Portugal, está protegida por um conjunto de serras que permitem um casamento perfeito entre a pluviosidade, a temperatura e o número de horas de sol necessários à melhor maturação das uvas da casta Alvarinho. Esta boa exposição solar – local soalheiro – deu também o nome à parcela que esteve na origem da marca.

A colheita 2010 caracterizou-se por temperaturas elevadas e praticamente ausência de precipitação durante os meses de Julho, Agosto e Setembro. Para manter a frescura e o equilíbrio entre os aromas, acidez e açúcares a vindima realizou-se na segunda semana de Setembro. Estas condições permitiram um aroma elegante com uma maior persistência gustativa da casta Alvarinho.

Produtor
Soalheiro
Região
Melgaço, Monção
Vinificação

As uvas, exclusivamente da casta Alvarinho, são colhidas manualmente em caixas de pequena capacidade e transportadas para a adega num curto espaço de tempo. Após a prensagem, o mosto obtido decanta durante 48 horas, segue-se a fermentação, a temperatura controlada. A fermentação ocorre essencialmente em inox a temperatura muito baixa (apenas 15% do volume total fermenta em cascos usados de carvalho), com manutenção das borras finas até início de Maio.

Castas
Alvarinho
Produção
6600
Álcool (%)
13
pH
3.4
Acidez Total (g/dm3)
5
Acidez Volátil (g/dm3)
0.4
{ os valores são orientativos }
Notas de Prova

Cor amarela citrina, aroma elegante e cheio que cresce no copo, tornando-se cada vez mais persistente. O sabor é encorpado, fresco e com grande complexidade gustativa.

Sugestão de Acompanhamento

Ideal como aperitivo ou para acompanhar mariscos, pratos de peixe ou pratos de carnes de aves.

Críticas

2012.01

Confraria Brasileira — por

Pontuação
93/100

Amarelo médio e citrino. Fumado mineral, botão de groselha, flores brancas e ervas aromáticas. Pomar branco maduro. Sucrosidade ideal, texturas sedosas e muito conversadoras, boca fresca e persistente. Superior.